Connect with us

ARTIGOS

Sobre o espírito prever o futuro enquanto o corpo dorme

Published

on

espirito allan kardec sono futuro

Esse tema exige muito cuidado, pois o futuro sempre vai depender do hoje. Mas o que Allan Kardec diz sobre ‘prever o futuro’ tem relação com acesso a informações que até então estavam adormecidas. Afinal, quando o corpo repousa, o espírito volta a alcançar conhecimento de outras vidas.

O espírito pode prever o futuro enquanto o corpo dorme, de acordo com o Espiritismo

Em O Livro dos Espíritos, Allan Kardec narra que quando o corpo repousa ‘tem o espírito mais faculdades do que no estado de vigília. Lembra-se do passado e algumas vezes prevê o futuro. Adquire maior potencialidade e pode pôr-se em comunicação com os demais espíritos, que deste mundo, quer do outro’.

Em outras palavras, temos acesso a informações adormecidas. Assim, é possível ver com mais clareza situações que parecem atualmente nebulosas. Além de compreender melhor nossa missão e aceritar que trata-se de uma dificuldade esperada.

O plantio no hoje

Mas embora todos nós planejamos retornar a Terra para fazer melhor do que a vida passada, isso precisa ser praticado. Ou seja, teremos o melhor amparo para cumprir essa missão. Entretanto nem sempre fazemos a nossa parte.

Nosso caminho está previsto, mas depende do nosso carimbo diário. Em outras palavras, sem o fazer previsto, o resultado previsto não vai ser alcançado. Teremos todo o amparo necessário, mas a caminhada é com nossos pés.

Teremos acesso ao conhecimento necessário

Em conclusão, apesar de conhecimento de centenas de vidas, teremos acesso ao necessário para nos auxiliar hoje. Por isso renascemos com o benefício do esquecimento, evitando a sobrecarga emocional de tantas vivências.

Entretanto, durante o sono, o espírito pode ter acesso ao que precisa. Sem contar a inspiração não apenas do anjo da guarda, mas também de irmãos, na Terra e no plano espiritual, que possuem ligação com a missão que estamos executando.

Continuar Leitura
Advertisement

Facebook

Mais acessadas