pandemia colônias espirituais

Pandemia: o aviso para preparação das colônias espirituais

Uma ‘imensa provação’ que a Terra iria passar, a pandemia, foi comunicada através de um clarim (um instrumento que antecipa um aviso) as colônias espirituais em setembro de 2019, revelou em uma palestra o médium Divaldo Franco. Se tratou de um anúncio igual ao ocorrido em 1939, com o início da Segunda Guerra Mundial. A cena de socorro aos que morreram àquela época ficaram eternizadas na memória do brasileiro através do filme ‘Nosso Lar’.

Aviso de preparação para as colônias espirituais para o início da pandemia

Com praticamente três meses de antecipação, as colônias espirituais foram comunicadas. Ou seja, uma transformação desse tamanho aqui na Terra também traz efeitos lá. Em outras palavras, locais a exemplo do ‘Nosso Lar’, bem próximos à Terra, recebem o impacto do grande número de desencarnes.

Mas a pandemia não era prevista pela Espiritualidade, que tudo sabe? De acordo com Espiritismo, o livre-arbítrio é sempre maior. Portanto, o que estamos passando é consequência dos nossos atos, da falta de respeito ao próximo e também aos animais. Ou seja, a partir do momento que as consequências desses nossos atos eram incontroláveis, os trabalhadores das colônias foram preparados.

O que Deus quer de nós?

A Criação sempre desejou evolução e amor, mas que certamente precisa ser reaprendido. Caso contrário, não estaríamos passando não só pela pandemia. Mas igualmente por várias dificuldades no planeta: basta imaginar que se produz mais alimentos do que consumimos e mesmo assim milhares de pessoas morrem de fome.

De fato, a evolução da humanidade, aqui na Terra, é muito complexa. Entretanto no cabe fazer a nossa parte. Em seguida, quando estivermos com a sabedoria necessária, ser portador de uma mensagem amiga, de um auxílio direto a quem ainda está nessa caminhada para a serenidade.

Sairemos vitoriosos, mas com necessidade mudança

Iremos chorar, certamente, mais passagens para o plano espiritual do que ocorreriam sem a pandemia. Mas todos precisaram realizar essa passagem por algum motivo interior. E infelizmente alguns por não seguir as recomendações das autoridades de Saúde.

Mas não nos cabe julgar, nos cabe enviar luz para todos que passam essa provação neste instante. Em conclusão, que se sintam acolhidos na colônia espiritual que seu ser já tiver afinidade e siga sua missão, começando pela aceitação.