emocionante história dona geralda curvelo

A emocionante história de fé da idosa que ficou perdida 9 dias

No final de fevereiro deste ano, uma linda história de fé emocionante tocou os mineiros: Dona Geralda Malaquias Gercino, de 76 anos, de Curvelo, se perdeu ao descer de um táxi próximo a sua casa, caminhando três quilômetros em sentido contrário, caindo em uma grota, ficando por 9 dias segurando um cipó, com a maioria do corpo debaixo d’água: ‘Eu não bebi nem comi. Eu rezei para a Nossa Senhora me dar muita saúde’.

A amiga muito religiosa e o encontro emocionante

‘Tem uma amiga dela que é muito religiosa. Ela disse que Deus revelou para ela onde ela tinha que ir para encontrar a dona Geralda. Então, na segunda de manhã, nós saímos e fomos a esse lugar. Lá, gritamos por ela, e ela respondeu: ‘Estou aqui, meu filho. Me tira daqui, pelo amor de Deus”, contou a cuidadora da idosa ao jornal O TEMPO, Crisley Mirela, de 18 anos.

‘Ela ficou lá deitada esse tempo todo, com água até o pescoço e segurando um cipó. Não teve forçar para subir e ficava gritando, mas ninguém escutava, porque era distante de tudo. Nós demos parte na polícia e fizemos um mutirão para tentar encontrá-la, mas sem sucesso’, revelou.

O amparo da Espiritualidade

Mesmo que não tenhamos uma resposta diante de cada desafio que a vida nos impõe, as histórias que lemos e nós próprios vivenciamos tem uma carga de conhecimento fundamental. Por isso, diante de histórias de fé iguais a da Dona Geralda, reforçamos a nossa fé em nossa crença que vai além da matéria.

Estamos sendo diariamente amparados pelos trabalhadores em Cristo e em Deus, ligados à nossa missão aqui na Terra. Em outras palavras, nos cabe fortalecer essa conexão com o objetivo de expandir esse testemunho de exemplo e fé além do nosso círculo familiar e de amizade.

Não passamos por nada que não precisamos passar

Um dia teremos todas as razões para todas as questões que tanto nos revoltaram no momento que aconteceram. E vamos ter a certeza que foi necessário que tudo ocorresse daquela maneira. Ou seja, que as linhas dos acontecimentos sem encontram exatamente com a nosso campo de aprendizado. Assim, a nossa evolução começa a realmente acontecer. Em outras palavras, alcançamos a parte da sabedoria que viemos na Terra buscar.