Connect with us

ARTIGOS

Traição, adultério e infidelidade segundo o Espiritismo

Published

on

traição

De acordo com o Espiritismo, questões como adultério, traição e infidelidade são prejudiciais. Pois nos afasta da energia da união e do crescimento. Além de prejudicar várias pessoas ligadas a quem pratica esses atos, passamos a nos conectar com energias de irmãos desencarnados viciados em sexo. Essa influência pode nos trazer inúmeros problemas.

Traição segundo o Espiritismo

‘O uso da sexualidade precisa ser regrado, feito com amor. Porque assim nós vamos harmonizando e iluminando a nossa sexualidade.’, observa o psicanalista André Marouço, da TV Mundo Maior.

‘O casamento é um contrário. E quando alguém inflige uma regra do contrato, existe multa, punições, além de distratos. Mas isso sempre tendo Jesus em nosso coração’.

Ou seja, como Jesus agiria estando em meu lugar?

Iluminação do momento de prazer

‘Precisamos iluminar a nossa sexualidade. Em outras palavras, quando dedicamos a nossa sexualidade a algo maior do que o encontro biológico de dois seres’.

Por isso, a importância da monogamia como o nosso crescimento espiritual.

Atração de espíritos que se alimentam da traição

Além das questões emocionais da traição, atraímos espíritos naquela faixa de vibração. Ou seja, realizamos ligações espirituais com uma energia prejudicial para o nosso ser.

Frequência com quem já morreu vem nos visitar de acordo com o Espiritismo

‘Tudo depende da disponibilidade e dos meios que nós temos para estabelecer esse contato. Mas isso não é feito de forma banal. Quando a pessoa parte para a Espiritualidade, se ela parte com a mente ajustada e aceita o acolhimento que ela recebe da Espiritualidade, ela terá muito trabalho, muito estudo para fazer’, observa o psicanalista André Marouço, da TV Mundo Maior.

A vida espiritual

‘A vida espiritual é exatamente igual a essa. Onde eles estão, a matéria espiritual é tão sólida quanto a matéria onde nós estamos. E lá há cultura, há educação, há trabalho’.

De acordo com o Espiritismo, estamos todos mergulhados no chamado ‘fluído cósmico universal’. ‘Ele tem alta capacidade de condução. Ou seja, quando estamos em um momento comum da vida, de repente nos lembramos daquela pessoa’.

A Lei de Causa e Efeito

De acordo com Fernando Rossit, com base no livro Ação e Reação (1957), de André Luiz, através da mediunidade de Chico Xavier, a chamada Lei de Causa e Efeito não é a do ‘olho por olho, dente por dente’.

‘Deus é bondoso e misericordioso. Não pune. Portanto, não castiga. No entanto, somos sempre responsáveis pelos desvios e erros cometidos, pois a Lei de Deus está gravada na nossa consciência’.

‘Quando erramos, prejudicando os outros, imprimimos os atos insanos na nossa consciência, que busca sempre a correção de rumo em direção à Deus. A única fatalidade é a Perfeição’.

Ou seja, precisamos nos compreender como humano que busca a evolução. Com vai errar naturalmente, mas não deve voltar a cometer os mesmos erros e praticando o desapego.

Continuar Leitura
Advertisement  
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas