Connect with us

ARTIGOS

Segundo o Espiritismo, existe vida fora da Terra?

Published

on

espiritismo

Segundo o Espiritismo, existe vida fora da Terra,’em todos os globos que se movem no espaço’. E que nós não somos os mais perfeitos, inteligentes e bondosos. ‘Entretanto, há homens que se têm por espíritos muito fortes e que imaginam pertencer a este pequenino globo o privilégio de conter seres racionais’, aponta O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec.

Espiritismo e vida fora da Terra

Ainda segundo Allan Kardec, o homem surgiu em diferentes partes da Terra. ‘E em épocas várias, o que também constitui uma das causas da diversidade das raças. Depois, dispensando-se os homens por climas diversos e aliando-se os de uma aos de outras raças, novos tipos se formaram’.

A obra básica da Doutrina Espírita observa que não há espécies diferentes e que todos são da mesma família. ‘Todos os homens são irmãos em Deus, porque são animados pelo espírito e tendem para o mesmo fim’.

Globos diferentes, sem semelhança

Cada globo ou planeta apresenta uma determinada condição de vida. Ou seja, os seres que lá habitam possuem essas características.

As obras básicas da Doutrina Espírita também nos relatam sobre os graus evolutivos de habitantes de cada planeta de acordo com sua energia, sua vibração.

Afinal, não estamos na Terra, enfrentando todas as dificuldades, sem razão. Em outras palavras, faz parte direta para a nossa evolução.

Organização e seres diferentes

Se dentro da própria terra existem inúmeros territórios, com leis distintas, o que podemos dizer do universo? Cada um de nós está em locais com leis e condições necessárias para o nosso melhoramento como ser espiritual.

As limitações impostas pelo local que habitamos faz parte da nossa missão não apenas de evolução interior, mas também pela necessidade da nossa participação no desenvolvimento coletivo.

Ou seja, evolução está atrelada às condições do local. Por isso, a necessidade de sempre olhar com compaixão as questões que acreditamos não termos relação.

O homem inicia o milênio em busca de visitar, pessoalmente, marte. Mas que tenhamos humildade da nossa pequenez.

Continuar Leitura
Advertisement  
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas