Connect with us

ARTIGOS

O recado de Chico Xavier aos que trabalham em centro espírita

Published

on

chico xavier centro espírita

Uma das imagens mais marcantes na mente e no coração de quem participou da trajetória de Chico Xavier é seus pensamentos à sombra de abacateiro, em Uberaba (MG), aos sábados, na década de 80. Embora tenha divulgado inúmeras mensagens ao público em geral, também deixou um recado para trabalhadores de centros espíritas e o desafio de amor no atendimento ao próximo.

Chico Xavier, à sombra do abacateiro

‘Não somos anjos. Somos criaturas humanas. Eles nos protegem, mas precisamos nos auxiliar uns aos outros e não criticar. Que cai uma vez, pode levantar-se. Todos podemos fazer tudo quanto quisermos. Não precisamos esperar a formação de um grupo espírita, para recepção de pessoas santas. Vão chegar primeiro os mais infelizes’, revela fala de Chico Xavier o médium Carlos Antônio Baccelli, autor de ‘Chico Xavier, à sombra do Abacateiro’.

Ou seja, o desafio inicial é sempre mais difícil. Mas precisamos aceitar essa condição como até fortalecimento da caminhada evolutiva. Nesse sentido, ele mesmo dizia que não teria começado sua caminhada no Espiritismo se tivesse ainda aguardado ‘estar pronto’.

Chico Xavier: a doação de si

Chico Xavier é um dos maiores exemplos da doação de si que podemos citar no âmbito do Espiritismo, embora ele não se considerasse. Mas é justamente essa condição indescritível da humildade que o fez tão grande, ao ponto não só de deixar uma obra literária gigante. Pois foi capaz de tocar corações, e dessa memória do bem poucos são capazes de esquecer.

Em outras palavras, em suas próprias palavras: ‘amar sem esperar ser amado e sem desejar recompensa alguma’. Assim, se tornou personagem fundamental na fé do brasileiro.

Quem cura está sendo curado

Nas tarefas do centro espírita, quem ali se dedica, está também se curando. Ou seja, desempenhamos uma função que precisamos nos tornar ainda melhores. Assim, alcançando ainda mais a plenitude do espírito, que passa pelo auxílio ao próximo.

Em conclusão, a expansão do nosso ser, esse conhecimento divino que viemos buscar na matéria, está em alguma maneira auxiliar primeiramente no campo familiar, depois nas pessoas que nos cercam, irradiando todo esse sentimento evolutivo igualmente para a humanidade.

Continuar Leitura
Advertisement

Facebook

Mais acessadas