Connect with us

ARTIGOS

O que o Espiritismo diz sobre anjo da guarda

Published

on

anjo da guarda

O que o catolicismo chama de ‘anjo da guarda’, o Espiritismo nomeia como ‘guia espiritual’, ‘anjo guardião’. A Doutrina Espírita acredita na presença de um espírito evoluído ao nosso lado com uma missão em sintonia com a nossa. Ou seja, nos intuindo ao longo da vida para objetivos de evolução não apenas pessoal. Mas também para a humanidade. A nossa conexão com esse ser de luz é fundamental para cumprir a nossa missão de maneira mais serena.

Espiritismo e anjo da guarda

‘Todos nós reencarnamos sob a proteção de uma entidade superior, conhecido como anjo da guarda. Na linguagem espírita, chamamos de guia espiritual. É a entidade que nos inspira desde antes do berço e que durante a nossa existência nos acompanha’, observa o médium Divaldo Franco.

De acordo com o item 490 do ‘Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, o anjo guardião é um espírito protetor que pertence a uma ordem elevada.

Ligação desde o nascimento

No item 492, Allan Kardec explica que o anjo guardião se liga a nós ‘desde o nascimento até a morte, e muitas vezes o acompanha na vida espírita’.

Ou seja, um espírito com o papel de nos auxiliar em nossa missão. Assim, ocorre no campo pessoal, com a família, e no campo profissional, com a nossa contribuição com a evolução da humanidade.

De acordo com o Espiritismo, o anjo guardião não nos abandonada. Mas pode se afastar caso tomamos a decisão de seguir intuições de espíritos inferiores, que nós mesmos atraímos a companhia através de nossos pensamentos e atitudes.

Continuar Leitura
Advertisement  
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas