Connect with us

ARTIGOS

O Coronavírus é uma expiação coletiva na visão espírita?

Published

on

coronavírus

De acordo com a visão espírita, o Coronavírus pode ser considerada uma expiação coletiva? Ou seja, a pandemia tem um significado a nível mundial ou terá mudanças interiores em cada um de nós? O que de bom é possível absorver neste momento? O que as restrições de circulação vem mostrar para o nosso espírito?

Expiação coletiva, Coronavírus e a visão espírita

‘É uma oportunidade coletiva. Nós acostumamos ver as coisas tão somente com os olhos do medo, da neurose. Quando em verdade deveríamos ver tudo aquilo que há de positivo por trás do acontecimento. Esse não é o primeiro vírus e nem será o último’, observa o psicanalista André Marouço, da TV Mundo Maior.

‘Nós passamos pela Gripe Espanhola, nós passamos pela Peste Negra, nós passamos pela Hanseníase… enfim, na história humana, tantos e tantos foram os acontecimentos de ordem viral que se deram e nós aqui estamos’.

Ele afirma que não devemos temer qualquer tipo de doença porque tudo está em uma ordem divina.

O desencarne de bons espíritos

De acordo com o médium Carlos Baccelli, a maioria dos espíritos que morreram por Coronavírus são bons. ‘Pais, mães, avós, avôs’, observa. Além de já terem doenças limitantes para o corpo.

Sobre a possibilidade de uma regeneração do planeta, Baccelli acredita que não seria através de uma pandemia. Ou seja, ‘seria mais abrangente, fazendo um número bem maior de vítimas’, considera.

Coronavírus e nossos dias difíceis

‘Dias difíceis, dias especiais. Porque nos obriga a voltar para casa. Obrigaram-nos a ‘suportar’ a família. Já estávamos desacostumados com a família. Então muitos de nós estão, de alguma forma, levados ao lar e revoltados por estarmos no lar. Então que saibamos aproveitar esse período para acompanhar a infância do nosso filho’, observou o médium Divaldo Franco.

‘Nos escombros desse caos aparente vai sair um novo mundo. A geração do mundo de regeneração. Vai sair a madrugada de eterna primavera, de uma primavera de luz’, completa.

Em conclusão, a pandemia é um momento de transformação para a humanidade, mas não de ‘eliminação’ coletiva. Embora milhares retornem ao mundo espiritual para uma nova jornada.

Ninguém morre sem que a passagem esteja de alguma maneira programada em sua reencarnação. Ou seja, o espírito precisava passar por isso em sua caminhada de evolução.

Como resultado, a harmonia da vida como um todo, no céu e a na terra.

Continuar Leitura
Advertisement  
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas