Connect with us

TEXTOS

Mãe escreve carta emocionante para enfermeiras de sua filha com câncer

Published

on

câncer

YAHOO NOTÍCIAS | Benito Kozman

Uma carta comoveu as associações de enfermeiras de todo o mundo e ao público em geral. Em seu perfil do Facebook, uma mãe, cuja filha de apenas dois anos foi diagnosticada em maio passado com linfoma T, uma rara doença maligna, considerada um tipo de leucemia linfoblástica aguda, escreveu uma mensagem comovente. 

Grata pela ajuda daqueles que se empenharam na recuperação da sua filha no Children’s Medical Center de Dallas, Texas, Shelby Skiles chamou a atenção para o número de vezes que as enfermeiras disseram “sinto muito”: “Foram mais vezes por dia do que a maioria das pessoas diz ‘obrigado’”.

“Eu as vejo. Fico no sofá e as vejo todos os dias. Elas tentam de tantas maneiras aliviar seus medos e superá-los. Vejo a dúvida quando colocam ou tiram um curativo. (…) Vejo-as com remédios e suprimentos, passando de um quarto de criança para o outro… vejo-as usando luvas e máscaras, tentando não fazer muito barulho à noite”.

câncer

 

“Vejo quando acariciam sua pequena cabecinha sem cabelos e ajeitam seus cobertores”, diz a mãe. Vejo quando elas dão apoio a uma mãe que chora por ter recebido más notícias”. 

Carta

Intitulada “I See You” (originalmente em inglês), essa carta pode ser lida na conta Sophie the Brave, que Shelby Skiles criou no Facebook para falar sobre a evolução da cura da sua filha, mas principalmente para deixar por escrito sua enorme gratidão e admiração pelos profissionais da pediatria que cercaram sua filhinha de cuidados.

A publicação foi curtida 54.000 vezes e teve mais de 27.000 compartilhamentos.

“Vejo nas pulseiras de borracha em seus braços e nos estetoscópios cada criança da qual vocês já cuidaram e com a qual se importaram”, continua a carta. “Vejo vocês abraçarem as mães que receberam más notícias. Vejo vocês usando o computador com um bebê nos braços, cuja mãe não pôde vir ao hospital”.

câncer

 

“Vejo vocês usando os celulares para imprimir personagens de desenho animado e colocar na janela de uma criança. Vejo quando seguram suas mãozinhas, quando trocam lençóis sujos, quando traduzem o que os médicos dizem para os pais e secam as lágrimas de quem recebeu notícias particularmente duras”.

Crianças doentes

“Vocês deixam suas vidas de lado por 12 horas para cuidar de crianças doentes, algumas que estão morrendo. Depois, vão para casa com um sorriso, haja o que houver. Procuram o nome de Sophie no itinerário e a visitam, mesmo quando ela não é sua paciente. Ligam para o médico, o banco de sangue e a farmácia quantas vezes for necessário para conseguir o que a minha filha precisa”.

Com a convicção de que “nenhuma cesta ou cartão” poderia expressar sua gratidão, essa mãe quis reafirmar o belo trabalho da ala de oncologia pediátrica.

“Nossos filhos não conseguiriam o que precisam sem vocês. Vocês cuidam das nossas crianças e nós não poderíamos fazer isso sem a sua ajuda”, diz ela em uma emocionante postagem.

Leia mais histórias emocionantes aqui

Continue Reading
Advertisement  
Click to comment

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz
Advertisement

Facebook

Twitter

Advertisement

Mais acessadas