Connect with us

TEXTOS

Espírito da mãe de Chico Xavier relata como é marte

Published

on

marte

MARIA JOÃO DE DEUS

‘Vi-me à frente de um lago maravilhoso, junto de uma cidade, formada de edificações profundamente análoga à da Terra. Apenas a vegetação era ligeiramente avermelhada, mas as flores e os frutos particularizavam-se pela variedade de cores e de perfumes.

Percebi, perfeitamente, a existência de uma atmosfera parecida com a da Terra, mas o ar, na sua composição, afigurava-se muitíssimo mais leve. Assegurou-me, então o mestre, que me acompanhava, que a densidade em Marte é sobremaneira mais leve, tornando-se a atmosfera muito rarefeita.

Vi homens mais ou menos semelhantes aos nossos irmãos terrícolas, mas os seus organismos possuíam diferenças apreciáveis. Além dos braços, tinham ao longo das espáduas ligeiras, ligeiras protuberâncias à guiza de asas que lhes prodigalizavam interessantes faculdades volitivas. Percebi que a vida da humanidade marciana é mais aérea. Poderosas máquinas, muitíssimo curiosas na sua estrutura, cruzavam os ares, em todas as direções. Vi oceanos, apesar da água se me afigurar menos densa e esses mares muito pouco profundos. Há ali um sistema de canalizações, mas não por obras de engenharia dos seus habitantes, e sim por uma determinação natural da topografia do planeta que põe em comunicação contínua todos os mares. (grifo nosso)

Marte

Não vi montanhas, sendo notáveis as planícies imensas, onde os felizes habitantes desse orbe desempenham as suas atividades consuetudinárias. As águas são muito mais raras. As chuvas quase que se não verificam, mostrando-se o céu geralmente sem nuvens. Afirmou-me o protetor que grande parte das águas desse planeta desapareceram nas infiltrações do solo, combinando-se com elementos químicos das rochas, excluindo-se da circulação ordinária do orbe’.

Texto do Livro Cartas de uma Morta – Psicografia Chico Xavier – Capítulo “A paisagem de Marte”

Continue Reading
Advertisement  
3 Comments

3 Comments

  1. Rafael melo

    18 de dezembro de 2017 at 11:46

    Essa paisagem de marte deve ter sido há muito tempo, em torno de uns 450.000 anos atrás.

  2. Luiz

    8 de janeiro de 2018 at 22:05

    Respeito muito Chico Xavier mas já chegamos a Marte e o que se vê lá é só desolação, nada dessas visões fantásticas que nos falam, acredito que temos que cair na real. Talvez possamos encontrar vida inteligente mas acho que vai demorar, pois até agora nenhuma prova concreta.
    Lamento desfazer a ilusão de alguém.

  3. Carlos

    24 de janeiro de 2018 at 15:22

    Essas visões meus caros, não são desse plano físico e sim do plano astral. Afinal ela está morta em corpo e viva em espírito. Todos sabemos que no plano físico, Marte é um deserto só.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas