Connect with us

ARTIGOS

‘Como funciona a lei da causa e efeito? O que posso fazer?’

Published

on

'Como funciona a lei da causa e efeito? O que posso fazer?'

O questionamento é comum quando se começa a aprofundar na Doutrina Espírita: ‘como funciona a leite da causa e efeito? O que posso fazer para evitar as consequências?’

Se toda causa tem um efeito, ela não vem para nos melhorar. Não é uma questão de punição. É uma questão de autoreparação, algo necessário para voltarmos ao nosso caminho.

Ou seja, Deus não pune. Nós que atraímos determinada situação para nossa vida através de determinada atitude. As consequências fazem parte de uma espécie de reajuste. E quando evoluímos de tal moda, muitas questões que deveríamos passar, não mais são necessárias.

‘Ninguém na vida poderá se queixar de ser vítima de outrem, a não ser de si mesmo. Ainda que não nos apercebamos das armadilhas em que porventura caiamos, todas foram, direta ou indiretamente, armadas por nós mesmos’ (Momento Espírita/Joanna de Ângelis/Divaldo Franco).

O que fazer depois do ato?

Repare o ato que realizou com desculpas, perdão, mas principalmente mudança de atitude. O amor colocado na ponta das mãos, do coração, faz toda a diferença.

Por exemplo: o arrependimento, a transformação de pensamento. Tudo isso é uma cura interior, compreendendo que todos erram, mas ao errar é necessário reconhecer e mudar o caminho.

Somos responsáveis por tudo que nos acontece

Realmente, a Justiça, se colocada na balança somente nessa encarnação, realmente não existe. Se colocada a nível espiritual, como seres de 40 mil anos, em centenas de encarnações, ela passa a existir.

Por isso, necessitamos compreender que tudo que nos acontece é necessário para o processo evolutivo. E a chamada ‘Lei de Causa e Efeito‘ não é para punir e sim para ajustar essa caminhada, que por determinadas atitudes nos tirou do rumo dos nossos sonhos puros.

 

Continuar Leitura
Advertisement  
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas