Connect with us

ARTIGOS

Como entender o mundo do outro? Isso é possível?

Published

on

Como entender o mundo do outro? Isso é possível?
Entender o mundo do outro é tentar se colocar no lugar do outro. Diante da situação que criticamos, mesmo que internamente, o outro. Isso é possível com a prática da compaixão.
Entretanto nem sempre isso acontece ao mesmo tempo para todo mundo. E de modo rápido e prático. É preciso exercitar pelo nosso próprio bem evolutivo. Pela nossa própria felicidade.
‘Escutarás muita gente a falar de compreensão e talvez que, sob reflexo condicionando, repetirás os belos conceitos que ouviste, através de preleções que te angariarão simpatia e respeito. Entretanto, se não colocares o assunto nas entranhas da alma, situando-te no lugar daqueles que precisam de entendimento, quase nada saberás de compreensão, além da certeza de que temos nela preciosa virtude’. (André Luiz/Chico Xavier)
Portanto, colocar em prática essa ação de compaixão, se colocando no lugar do próximo, é essencial para nosso bem-estar da alma, muitas vezes impaciente pelo externo que não controlamos.

Cada um é um mundo por si só

O outro tem um tempo diferente do nosso. Passou por situações diferentes da nossa. Nos comparar. Exigir. Tudo isso é desonesto com o outro e nós mesmos. Cada um é um mundo por si só.
Mesmo quando o outro claramente parece não se esforçar por uma questão que nos envolve, é necessário exercer a compaixão.
Manter o diálogo, mas compreender que esse momento que pode ser internamente considero como atraso, trata-se de um aprendizado evolutivo.

Se aprendermos com cada momento…

… estaríamos bem à frente do que onde estamos. Mas buscamos lamentar e perder um tempo significativo dizendo o quanto o externo nos atrapalha, sem afirmar o quanto poderia aprender com a situação.
Portanto, aprenda diante da situação e não lamente a situação como se fosse ‘contemplado com um azar divino’. Era para acontecer, era para essa pessoa estar em seu e falta nós aprendermos com tudo isso.
Continuar Leitura
Advertisement  
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas