Connect with us

ARTIGOS

Adolfo Bezerra de Menezes, o Médico dos Pobres

Published

on

bezerra de menezes

Embora se considere até hoje um singelo trabalhador da Espiritualidade, Bezerra de Menezes foi um dos pilares do Espiritismo no Brasil. Tocou de maneira profunda a alma de milhões no final do século XIX, pois exerceu a medicina com amor incondicional. Assim, ficou conhecido como o ‘Médico dos Pobres’, vivendo como poucos o Evangelho de Cristo.

A vida e obra de Bezerra de Menezes

Adolfo Bezerra de Menezes, conhecido pelos seus admiradores como Dr. Bezerra de Menezes, o médico dos pobres, nasceu em 29 de agosto de 1831, na fazenda Santa Bárbara, em Riacho do Sangue, no Ceará, mas hoje o município se chama Jaguaretama. Filho de Antônio Bezerra de Menezes, tenente-coronel da Guarda Nacional, e Fabiana Cavalcanti de Alburquerque.

Com apenas 7 anos, ingressou na escola da Vila do Frade, momento que os historiadores relatam que o menino Bezerra ministrou ‘os conhecimentos do professor’ em apenas dez meses, aponta biografia do médium no site da União Espírita Mineira (UEM). Em seguida, dois anos depois, em decorrência de perseguições políticas à família, mudou-se para Serra dos Martins, no Rio Grande do Norte. Em um período de dois anos, aprendeu latim, e acabou substituindo o professor.

Destacou-se como um dos primeiros alunos do tradicional Liceu do Ceará, em Fortaleza, 1846, sendo supervisionado na capital pelo irmão mais velho, Dr. Manoel Soares da Silva Bezerra, intelectual e líder católico.

Mudança de Bezerra de Menezes para o Rio de Janeiro

Com sentimento de caridade, o pai de Bezerra de Menezes comprometeu a renda da família ao ponto de perder o patrimônio e passar por privações. Em seguida, com a morte do patriarca em 29 de setembro de 1851, de febre amarela, em Maranguape, o filho Bezerra de Menezes partiu para o Rio de Janeiro com apenas 400 mil réis para estudar medicina.

Bezerra de Menezes, estudante de medicina

Ingressou como praticanete interno no Hospital da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, em 1852. Mas para conseguir pagar os estudos, dava aulas de filosofia e matemática. A formação ocorreu quatro anos depois, pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Em fevereiro de 1858 foi admitido como cirurgião tenente do Corpo de Saúde do Exército.

Casamentos e 9 fillhos

Ele casou-se duas vezes e teve nove filhos. Em princípio, dois com Maria Cândida de Lacerca, em 6 de novembro de 1858. Com o desencarne dela em 1863, então casou-se com a irmã materna da primeira esposa, Dona Cândida Augusta de Lacerda Machada, com quem teve sete filhos.

Academia Imperial de Medicina e a entrada na política

De 1859 até 1861, atou como redator dos ‘Anais Brasilienses de Medicina’, da Academia Imperial de Medicina. Sua atuação na profissão junto aos mais pobres igualmente acabou levando Bezerra de Menezes a um natural caminho político. O deputado Freitas Nobre dizia que era ‘a ciência de criar o bem de todos’. Em 1860, pelo Partido Liberal, foi eleito vereador do Rio de Janeiro.

O encontro de Bezerra de Menezes com o Espiritismo

De família católica, Bezerra de Menezes assumiu de público somente em 1886, aos 55 anos, a sua missão na Doutrina Espírita. Logo após encerrar 30 anos de carreira política. O discurso teve entre 1,5 mil e 2 mil espectadores, no salão de Conferência da Velha Guarda.

Embora já fosse colaborador assíduo, apenas três anos depois seria presidente da Federação Espírita Brasileira (FEB).

O seu desprendimento material e a ajuda irrestrita ao próximo o fez ser conhecido como ‘O Médico dos Pobres’, pois além de não cobrar a consulta, muitas vezes pagava pelo medicamento na farmácia.

Filme Bezerra de Menezes, o Diário de um Espírito

No filme de 2008 sobre sua vida e obra, ‘Bezerra de Menezes, o Diário de um Espírito’ é possível compreender com sensibilidade, na interpretação de Carlos Vereza, a grandiosidade do médium. Com toda a certeza, um dos maiores trabalhadores espirituais do Brasil e do mundo.

Continuar Leitura
Advertisement  
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas