Connect with us

ARTIGOS

A única lei de Cristo para a nossa vida

Published

on

lei de amor

CORREIO ESPÍRITA | Pedro Valiati

Grandes são os feitos e descobertas da ciência humana, muito há que se descobrir, contudo, notável foi o trabalho dos gênios científicos, espíritos enviados pelo planejamento divino, para que dilatemos o conhecimento das ciências.

Galileu, com material rústico, percebeu o modelo do sistema solar, apesar das forças religiosas, as quais consideravam-se acima de tudo e não admitiam a contrariedade. Acreditavam-se o centro da verdade, por isso, na ignorância, não admitiam ideia contrária às respectivas crenças.

A verdadeira fé é aquela capaz de enfrentar a razão em todas as épocas da humanidade.

Copérnico, Newton, Einstein e tantos outros, trouxeram conhecimento que apenas foram absorvidos séculos após. Determinaram leis físicas definitivas, as quais muitas tecnologias foram criadas em decorrência.

Contudo, houve determinada época da humanidade a qual um Homem trouxe a maior de todas as leis, a Lei de Amor, a se estabelecer para a eternidade nos corações humanos.

Ainda não compreendemos o significado da Lei de Amor, ela veio mudar a rota das existências, alterar em 180 graus os sentimentos humanos, trazida como a antítese de nossas ações.

amor

Analisemos:

O “Olho por olho e dente por dente”, dá espaço ao perdão incondicional, citando nominalmente a lei mosaica.
A espada agressora deu lugar ao ensinamento da lei de causa e efeito.

A Lei de Amor é o grande compêndio da alma e veio resgatar-nos de nós mesmos, e dos sentimentos os quais seremos espoliados.

A reflexão diante desta lei é ampla se fizermos passar por nossas vistas o filme das respectivas existências.

A prática da Lei de Amor não questiona o perdão, jamais exime-se a indulgência, pratica a bondade em todas as oportunidades, compartilha o pão sem preocupar-se com o amanhã.

Muito será cobrado, a quem muito é dado, portanto, aos conhecedores desta lei, as exigências alcançarão patamares maiores ao ignorante.

Ao espírita cabe a reflexão na sociedade, no lar, e, igualmente, no trato espírita.

A Lei de Amor é única e aplica-se a todos os irmãos os quais estão comprometidos com o Cristo, independente de opinião, o verdadeiro espírita não vilipendia opiniões e crenças. Kardec, em uma de suas comunicações aos vários grupos espíritas da época as quais se comunicava, deixou claro que a Doutrina Espírita não se direcionava aos que já possuíam uma fé e não a questionavam.

O tempo também é ingrediente da caridade e o respeito valoriza os conhecimentos que buscais.

Refleti ainda na tratativa da comunicação em massa, redes sociais. A missão espírita é roteiro de todas as horas, dentro ou fora do Centro Espírita, portanto, ao expressar-se ao mundo, expressar-se-á , invariavelmente, o trabalhador do Cristo.

Em todos os lugares, medindo as tuas palavras e ações, estará a tua consciência sob o compromisso de representar a mensagem do Mestre. Sob este aspecto, para o trabalhador do Cristo, não há seletividade de recinto, situação ou opinião.

A boca fala do que o coração está cheio.

Conforme caminhamos as trilhas da evolução, ascendendo os degraus, voltaremos os olhares a novas paragens, de acordo com a nova perspectiva de valores espirituais adquiridos. De forma gradual, alteraremos a visão do universo, aprofundando os matizes do amor e corroborando ações caridosas. Então, no ápice das virtudes, se formará diante de nós a mais bela de todas as paisagens.

Bem-aventurados os puros de coração, pois estes verão a Deus.

Paz a todos!

Continue Reading
Advertisement  
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas