Connect with us

ARTIGOS

A carta pedindo ajuda a Chico Xavier e a receita para a cura do marido

Published

on

carta chico xavier

Entre as milhares de pessoas que guardam uma história de carinho com o contato que teve com Chico Xavier, tanto em Pedro Leopoldo quanto em Uberaba, as duas cidades mineiras que o médium viveu, está Gertrudes Bernardes da Silva, a Dona Tudinha. Sua história veio à tona, com a divulgação de suas lembranças no obituário do jornal Tribuna, em meados de abril, um mês antes de completar 98 anos.

Carta pedindo ajuda a Chico Xavier

‘Em 1948, meu marido, com 27 anos, estava muito doente. Um amigo sugeriu que escrevesse uma carta para o Chico. A resposta, com a receita, chegou três dias depois’. O marido, Aristóclides foi curado e passaram a visitar o médium, conta o jornalista Nilton Morselli. Um dos filhos do casal chama Rivail (em homenagem ao nome de Allan Kardec) e outra Scheilla (benfeitora espiritual que ditou diversos livros a Chico).

Embora tenhamos momentos de dificuldade, a ajuda sempre vai aparecer. Imaginemos a dificuldade de comunicação no fim da década de 40! Ou seja, a nossa fé, com vibração de amor, sempre vai nos possibilitar encontrar a ajuda, as respostas e o caminho. Assim, caminharemos até a solução com nossos próprios passos. Pois dessa maneira o aprendizado para o espírito, colocando a fé a prova, terá um significado especial.

A Espiritualidade não toma decisões por nós

Ou seja, de acordo com a necessidade e merecimento, as respostas vão chegar. Mas raramente através da Espiritualidade, que pode até apontar direções. Entretanto a decisão sempre está em nossas mãos e pés.

Em outras palavras, o despertar interior que é a grande vitória que precisamos almejar, após estudo dedicado nas obras de iluminação. Chico Xavier nos deixou mais de 400 obras, complementando os livros básicos de Allan Kardec, mas também um rico exemplo de patrimônio humano, com as instituições que suas obras continuam ajudando.

A atenção aos nossos sentidos

É verdade que inúmeros sentimentos nos passam pela mente e coração diariamente, mas ainda assim podemos tirar alguns instantes de meditação para encontrar o sopro da nossa própria alma. Em seguida, podemos ter acesso a influências espirituais que nos amparam.

Em conclusão, nem sempre haverão palavras. Mas a doação de energias salutares nos auxiliará a encontrar clareza para a decisão mais acertada dos nossos passos.

Continuar Leitura
Advertisement

Facebook

Mais acessadas