Connect with us

ARTIGOS

4 coisas que o Espiritismo diz sobre o momento da morte

Published

on

morte e espiritismo

Talvez o assunto que mais é buscando por quem está começando a conhecer o Espiritismo seja a morte. Afinal, como acontece o nosso retorno para o plano espiritual? Em outras palavras, vai doer, seria diferente para pessoas menos ou mais evoluídas? Para responder esses questionamentos, abordamos quatro pontos retirados do Livro dos Espíritos, de Allan Kardec.

4 coisas que o Espiritismo nos diz sobre o momento da morte

Confira abaixo lista com pontos reflexivos sobre o momento da morte, na visão de Allan Kardec. Em seguida, consulte o Livro dos Espíritos para encontrar mais detalhes oportunos sobre esse assunto que, ao ser estudado, nos traz conforto para seguirmos a caminhada.

1. A separação da alma e do corpo não é tão dolorosa como imaginamos, explica o Espiritismo

Quando estudamos a Doutrina Espírita e fazemos um exame de consciência, acreditamos que uma questão ou outra mal resolvida em nós podem nos prejudicar no momento de retornar ao plano espiritual. Mas não é bem assim: teremos o auxílio necessário da Espiritualidade.

Ou seja, precisamos estar abertos para mudanças sempre, e em sintonia com Deus. Independente do nosso processo de desencarne. Na maioria dos casos, ele acontece de maneira prolongada. Assim, nos preparando para o retorno ao plano espiritual.

2. Não há linha divisória clara entre a vida e a morte

De acordo com Allan Kardec, ‘a alma se desprende gradualmente e não escapa como um pássaro cativo subitamente libertado’. Ainda de acordo com o Livro dos Espíritos, a conexão enter corpo e espírito se solta e não se rompe, causando o que seria uma ruptura.

3. O tipo de processo vai depender de cada um

Evolução espiritual, ainda encarnado, vai sem dúvida nos auxiliar muito no momento da partida. Mas não é uma receita pronta. Ou seja, precisamos realmente viver essa consciência de que estamos em uma escola, de passagem, em busca de conhecimento, aprendendo a amar, mesmo que não mais de maneira material.

4. É possível deixar a vida material sem perceber

Mas isso não significa desconhecimento. Nesse caso, de acordo com Allan Kardec, trata-se da fé interior e a morte do corpo físico sendo motivada pelo fim da vitalidade orgânica. Em outras palavras, consequência da idade: ‘uma lâmpada que se apaga por falta de energia’.

Continuar Leitura
Advertisement

Facebook

Mais acessadas